Pesquisar este blog

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

CRIANÇA É ESPANCADA EM ESCOLA DE PARAUAPEBAS E VAI A OBITO





















Mesmo após a matéria da edição nº 12 do Jornal Repórter Popular, denunciando o grande índice de violência nas escolas de Parauapebas o problema continua imperando nas instituições de ensino.
Na madrugada de quarta-feira, (04), no Hospital Municipal de Parauapebas (HMP), veio a óbito o estudante Wanderson Lopes Aureliano, vitima de espancamento.
Segundo o pai da vitima Raimundo Nonato Ferreira Aureliano de 32 anos, que estava trabalhando quando aconteceu a fatalidade, a criança foi levada desmaiada da escola para casa através da professora que não se identificou e foi recebida pela avó do menino, Maria de Fátima. A professora alegou que o garoto havia levado uma surra dos colegas por conseqüência de uma brincadeira chamada de cuscus.
O pai da vitima disse ainda, que segundo informações colhidas pelo mesmo com alguns colegas de wanderson que presenciaram a violência, o menino foi espancado por mais de 20 alunos de 15 e 16 anos que cursam na 4ª, 5ªº e ate 8ª séries no horário de recreio dentro da própria escola. De acordo com o pai, o filho começou a apresentar dificuldades para respirar, urinar e ate andar e com o estado cada vez pior resolveu levar o menor dia 30 ao hospital e após avaliação e medicação foi liberado em seguida. Na segunda-feira, (02), a situação se agravou, e Wanderson foi levado às pressas ao hospital pela avô, e após exame de raio X de seu abdomem foi identificado uma mancha no corpo o medico diagnosticou que seria uma pneumonia, e o garoto foi internado no mesmo dia. Como o mesmo não apresentou melhora, por tratar-se, de espancamento, em um posterior exame o medico verificou que a situação era grave e resolver realizar uma cirurgia. Só que não deu tempo, o garoto não resistiu e faleceu no hospital.
Materia completa no Jornal Reporter Popular - Edição 14

Um comentário:

  1. Inacreditável, a situação à qual chegamos...

    ResponderExcluir